Buscar
  • wevolt

Volkswagen quer “massificar” carros elétricos com o compacto ID.3

Atualizado: 13 de out. de 2020

Disposta a ameaçar a Tesla, a montadora alemã pretende lançar seu modelo mais barato por cerca de 23.000 euros no mercado europeu


Por Ernesto Yoshida portal exame.com Publicado em: 20/07/2020 às 06h29 Alterado em: 20/07/2020 às 15h41

VOLKS: meta é chegar à produção de 3 milhões de carros elétricos até 2025  (Fabian Bimmer/File Photo/Reuters)


A alemã Volkswagen começa a vender no mercado europeu, nesta segunda-feira (20), seu primeiro carro compacto 100% elétrico, o ID.3. É a grande aposta da maior montadora do mundo para “massificar” os carros elétricos e competir globalmente com a americana Tesla, que se tornou sinônimo de excelência nesse segmento.

O ID.3 será oferecido inicialmente na Europa em sete configurações, com preços que vão de 35.575 a 43.680 euros. Todos os modelos podem se beneficiar do bônus concedido pelos governos em diversos países europeus para estimular a troca de carros movidos a combustíveis fósseis por outros com emissão zero de poluentes. Na Alemanha, o subsídio na compra de um carro elétrico chega a 9.480 euros, dos quais 3.480 euros são bancados pela montadora.

Os modelos à venda do ID.3 são da versão Pro, que tem bateria de 58 kWh e autonomia de 420 quilômetros. Além das sete versões pré-configuradas, a Volkswagen vai comercializar na Alemanha o ID.3 Tour, com bateria maior, de 77 kWh, e autonomia de 550 quilômetros. Os preços variam de 40.936 a 48.432 euros. Não há previsão ainda de vendas no Brasil.

A Volkswagen informou que pretende lançar também, dentro de “alguns meses”, a versão de entrada Pure, com bateria de 48 kWh e autonomia de até 330 quilômetros. Essa versão mais barata do ID.3 deverá chegar ao mercado por cerca de 30.000 euros – com o bônus, a previsão é que custe em torno de 23.000 euros para o consumidor na Alemanha.


Atualmente, a versão de entrada da Tesla, o Modelo 3, custa cerca de 33.000 euros, sem considerar os subsídios. No total, a Tesla vendeu 367.500 carros elétricos no ano passado. Seu principal mercado são os Estados Unidos, onde detém 78% desse segmento.

A investida da Volkswagen nos carros elétricos começou depois da revelação do seu envolvimento em um escândalo de emissão de poluentes. Em 2015, a empresa admitiu ter equipado milhões de veículos com um dispositivo para burlar as leis antipoluição. Os carros eram vendidos como limpos, mas emitiam poluentes acima do limite permitido.


FONTE:

https://exame.com/negocios/volkswagen-quer-massificar-carros-eletricos-com-o-compacto-id-3/

8 visualizações0 comentário