Buscar
  • wevolt

Rimac Nevera é hiperesportivo elétrico mais rápido que Fórmula 1 e que custa R$ 12 milhões

FONTE: AUTO ESPORTE

Por Joaquim Oliveira/Press-Inform

14/08/2021 10h42

A próxima vez que você ouvir uma criança de idade pré-escolar dizer que seu sonho é fazer um carro capaz de andar a mais de 400 km/h sem poluir a atmosfera, não lhe dê tapinhas condescendentes nas costas, porque poderá estar cometendo um erro grave de avaliação.

Mate Rimac nasceu na Bósnia, no final dos anos 1980, e teve de fugir com a família para a Alemanha quando, pouco depois, o conflito dos Bálcãs eclodiu. Regressou à Croácia aos 12 anos cheio de ideias para se tornar um importante inventor e não demorou muito a começar a acumular prêmios de inovação tecnológica. Seu primeiro projeto de automóvel (um BMW Série 3 convertido a elétrico), feito aos 19 anos, bateu vários recordes. No Salão de Frankfurt de 2011, Mate apresentou seu primeiro veículo original, o Concept One. Design arrebatador do croata Adriano Mudri guarda semelhanças com outros superesportivos — Foto: Divulgação O supercarro foi desenhado por Adrian Mudri, designer que o ajudava no seu tempo livre, quando saía do centro de estilo da GM. Foi destaque por sua alta tecnologia e recebeu reconhecimento das principais fabricantes. Foi o caso da Porsche e da Hyundai, que investiram na empresa e financiaram novos projetos. Depois, Aston Martin, Seat, Renault, Pininfarina e Koenigsegg tornaram-se clientes da Rimac. Um exemplo é o Nevera, que nasceu como protótipo C-Two durante o Salão de Genebra de 2018 e terá 50 unidades produzidas neste ano, em Zagreb.

4 visualizações0 comentário